10 Passeios Imperdíveis em Sergipe

16 de Março de 2017

Leia também:
Top 5 Bares de Praia em Aracaju
Praia do Saco e Mangue Seco – Turismo em Sergipe
Crôa do Goré e o Rio Vaza Barris – Turismo em Sergipe
Top 5 Restaurantes da Cultura Regional em Aracaju

São tantas e tantas viagens por todo esse mundão afora, postando dicas por aí, que não poderia deixar de apresentar ao mundo a minha querida terrinha Sergipe. Estado que nasci, cresci e que tanto amo.

Um estado com praias de águas quentinhas e calmas, com o melhor caranguejo do Brasil, com um povo arretado e muito simpático e com um pôr do sol de deixar qualquer um de queixo caído.

Um estado com o Cânion do Rio São Francisco, com a Orla mais bonita e democrática do Brasil, com muitas e muitas histórias do cangaço, com ótimos locais e oportunidade para a prática de esportes náuticos, além de oferecer tranquilidade.

Por esses e tantos outros motivos, que amo “Meu Sergipe”, e lógico, não poderia deixar de apresentar os melhores passeios que meu estado tem a oferecer aos turistas que desejam render-se aos seus encantos. Preparei essa lista com os 10 Passeios que considero Imperdíveis em Sergipe. Espero que gostem das dicas e que possam inspirar a sua próxima viagem.

 

1) Crôa do Goré e o Rio Vaza Barris, Mosqueiro


Esse é de longe o destino número 1 que você deve programar para conhecer em sua passagem pela minha terrina. É onde eu passo boa parte dos meus sábados com meu marido e minhas filhas, curtindo um belíssimo pôr do sol quando estou em Aracaju. Não canso de ir repetidas vezes. É realmente um local que me identifico bastante. A ilha Crôa do Goré fica no Rio Vaza Barris, e está a apenas 10 minutos de distância da Orla Por do Sol.

Ilha Crôa do Goré (Foto: Soraya Resende)

Em um banco de areia você vai encontrar uma pequena estrutura de mesas e guarda-sóis de palha, e um bar flutuante. O acesso é feito somente através de barcos estilo catamarã, lanchas ou jet-ski. Como é realmente um destino fascinante para mim, fiz um post especialmente contando passo a passo de como chegar na ilha e como aproveitar cada cantinho dela. Não deixe de clicar AQUI para ler o post.

Rio Vaza Barris (Foto: Soraya Resende)

2) Praia do Saco com Mangue Seco


Situada apenas 1 hora de carro desde Aracaju, numa vasta zona ecológica protegida, no litoral Sul do estado de Sergipe, a região valoriza a natureza, combinando lindas paisagens com dunas de areias claras e finas, praias com águas calmas e quentinhas e manguezais. Não espere chegar na região e encontrar uma mega estrutura turística, recheada de bares, restaurantes grifados, grandes resorts, e diversão noturna, nada disso! O destino é realmente para aquele tipo de turista que adora apreciar a natureza, sem grandes badalações, para quem quer se desligar do mundo, num lugar onde a natureza foi bem generosa.

Ponta do Saco, Sergipe

Se você se encaixa nesse perfil, vamos lá, vou te dar várias dicas para uma visita inesquecível, afinal, a Praia do Saco foi meu refúgio e de minha família durante muito anos. Tenho um carinho especial pela região, por isso, não deixe de clicar AQUI para ler um post inteirinho que preparei.

Praia do Saco, Sergipe (Foto: Soraya Resende)

3) Praia de Aruana


É a primeira praia saindo da Atalaia sentido litoral sul, e é onde concentra-se diversas opções de bares e restaurantes para curtir um ótimo caranguejo acompanhado de uma cervejinha bem gelada, música nordestina, areia fininha, sol e um mar com a água bem quentinha. Durante os finais de semana, essa é a região mais badalada de Aracaju.

Praia de Aruana, Rodovia José Sarney (Foto: Soraya Resende)

Uma das características das praias em Sergipe é a distância do mar. Sim, você tem que caminhar um bocadinho para chegar até a água. Por essa característica, concentraram-se nessa faixa de areia, vários ótimos bares, grandes e bem estruturados, como o Parati, o Dunas Beach e o Com Amor Beach Bar. Uma ótima sugestão para aproveitar aquele frescobol à beira mar, ou simplesmente curtir uma cerveja enquanto se bronzeia.

Dunas Beach, Praia de Aruana (Foto: Soraya Resende)

4) Orla de Atalaia


Essa é a mais bela do Brasil. Sim, a Orla de Atalaia é considerada a mais bonita e bem estruturada de todas. Só para vocês terem uma ideia, por aqui há quadra de tênis, basquete, futebol e vôlei, além de uma enorme pista de skate, para os amantes do esporte. Há também uma pista de kart, onde acontecem várias competições, mas que também é utilizada para diversão do público em geral. É na Orla de Atalaia que está o Projeto Tamar, além de várias feirinhas culturais, inclusive a Feira do Turista, que fica bem próximo ao Farol da Orla.

Orla de Atalaia, Aracaju (Foto: Soraya Resende)

No período do São João, é montada uma belíssima estrutura para a comemoração dos festejos juninos. Há apresentação de grupos de quadrilha, várias barraquinhas vendendo comidas típicas e ainda apresentação de cantores nacionais e locais do famoso forró pé de serra no espaço de eventos da orla. Percebeu que essa é praticamente uma parada obrigatória? Provavelmente será por aqui a sua hospedagem, já que é nessa região que concentra-se a grande parte dos hotéis da cidade.

Projeto Tamar, Orla de Atalaia (Foto: Soraya Resende)

5) Passarela do Caranguejo

Prepare-se para tirar foto com o famoso caranguejo gigante. Esse monumento abre e recepciona os turistas que chegam à Passarela do Caranguejo, no final da Orla de Atalaia. Aqui você vai encontrar diversas opções de bares e restaurantes em vários estilos, para degustar o típico “Caranguejo Sergipano”, com certeza o melhor do Brasil.

Passarela do Carangueijo, Aracaju (Foto: Soraya Resende)

Se você gostar de um forrozinho, vá no Bar Cariri, já no final da Passarela do Caranguejo, além de ser todo tematizado, é o único bar que oferece música ao vivo de segunda a segunda, os demais só começam com essa programação a partir da quinta-feira.

Passarela do Carangueijo, Aracaju (Foto: Soraya Resende)

6) Museu da Gente Sergipana


Posso afirmar, sem medo de errar, que esse é um dos melhores museus interativos, do Brasil e do mundo, relacionado a memória e cultura de um povo. E fica aqui, na minha terrinha! . Quando eu visitei pela primeira vez, (já fui várias, rsrsrs) fiquei bastante encantada com as instalações do museu, em um casarão de 1926, totalmente restaurando para recebe-lo.

Museu da Gente Sergipana (Foto: Soraya Resende)

No Museu da Gente Sergipana será uma ótima oportunidade de conhecer e entender um pouco da história e cultura do “Meu Sergipe”, de uma forma lúdica, divertida e totalmente informal, agradando adultos e crianças. O museu realmente dá um show de interatividade! Reserve aproximadamente 2 horas para uma visita tranquila, aproveitando tudo o que o museus oferece. Há monitores locais para orientar durante toda a visita, sempre auxiliando na complementação das informações.

Ahh, a entrada é gratuita, funcionando de terça a sexta-feira das 10h às 16hrs, a aos Sábados, domingos e feriados das 10h às 15h. Sem dúvida, uma visita imperdível!!!

Museu da Gente Sergipana (Foto: Soraya Resende)

7) Mercado Municipal Thales Ferraz


Por todos os lugares que eu passo, nas minhas inúmeras viagens Por aí….., sempre faço questão de conhecer os pontos turísticos que me mostram a realidade cultural de cada local. Os mercados municipais são sempre os locais onde eu encontro essa diversidade cultural de cada lugar que visito. Em Aracaju não seria diferente.

Mercado Thales Ferraz (Foto: Soraya Resende)

Aqui o mercado municipal é dividido em três partes: mercado Antônio Franco, Thales Ferraz e Albano Franco. Os três estão um ao lado do outro, podendo conhecer todo o complexo em uma única visita. Prepare-se para chegar bem próximo da cultura sergipana se começar pelo mercado Antônio Franco. São várias lojinhas vendendo artigos de couro feitos pelo povo sergipano. Encontra-se uma diversidade de bolsas, sapatos, roupas, etc. Tudo muito simples e artesanal, dando realmente o charme local!

Mercado Albano Franco (Foto: Soraya Resende)

Seguindo para o mercado Thales Ferraz, passando pela Passarela das Flores, onde são vendidos várias espécies, deixando um cheiro bastante agradável que, junto com a alegria dos vendedores, contagiam o local. Chegando ao Thales Ferraz, encontra-se o foco da comida regional sergipana: a tapioca, os queijos, o pé de moleque e a pamonha. É onde está o famoso restaurante Caçarola, muito conhecido pelos pratos típicos que serve, e já citado no post Top 5 Restaurantes da Culinária Regional em Aracaju. O mercado Albano Franco concentra a venda das mais diversas verduras e frutas regionais.

Passarela das Flores (Foto: Soraya Resende)

8) Xingó e Canindé de São Francisco


Já escutei de alguns amigos que viajam bastante, que a visita aos Cânios de Xingó foi uma dos mais bonitas que eles já fizeram. Talvez eu seja suspeita para falar, mas, realmente, tenho que concordar que esse passeio é um dos mais belos que você poderá fazer.

A natureza foi muito generosa com esse cantinho no meu estado. São imensos paredões de cânions cortados pelas águas verdes cristalinas do rio São Francisco. A cidade Canindé de São Francisco, que é a porta para Xingó, transmite uma tranquilidade muito boa, e os moradores são pessoas muito agradáveis com os turistas.

Xingó e Canindé de São Francisco

Canindé foi palco de uma das novelas mais assistidas da Rede Globo, Velho Chico, e as águas do rio ficaram marcadas com a morte do queridíssimo ator Domingos Montagner.

Separe pelo menos um dia inteiro para o passeio. As empresas turísticas de Aracaju oferecem esse passeio de dia inteiro, fazendo todo transporte até o município Canindé de São Francisco, e de lá o passeio de catamarã até os cânions, com direito a uma parada para mergulho em local seguro e reservado do rio. Particularmente, acho o passeio cansativo, já que são 3 horas de viagem até Canindé. Mas, essa é a única opção oferecida por empresas de turismo locais, custando R$ 180,00 por pessoa, saindo às 6h30 da manha e retornando às 20h . Para o pernoite na região, apenas em transporte privado, mas na minha opinião, é a melhor opção.

Xingó, Canindé de São Francisco (Foto: Oficial Sergipe)

9) Passeio de Barco até a Foz do Rio São Francisco


Uma outra excelente opção de passeio é a ida até a foz do Rio São Francisco de barco. Esse rio é o maior do Brasil e um dos mais importantes da América do Sul. Para os sergipanos, principalmente aqueles que vivem às margens do rio, existe toda uma relação com as águas verdinhas, principalmente por levar o nome do santo São Francisco. O povo desses municípios têm uma religiosidade muito forte. Para fazer o passeio de barco até a Foz do Rio São Francisco, e presenciar o desaguar do rio em um encontro com o mar, poderá partir do município de Brejo Grande. As empresas de receptivos em Aracaju oferecem esse passeio diariamente, durando 11 horas, custando em torno de por R$ 160,00.

Foz do Rio São Francisco
Foz do Rio São Francisco

10) Cidades Históricas de São Cristóvão e Laranjeiras


São Cristóvão e Laranjeiras são duas das cidades históricas de Sergipe e têm muito a oferecer em termos de cultura, folclore, construções antigas, etc. As duas cidades ficam pertinho da capital, menos de 30km, o que de carro leva em torno de 30 minutos para chegar. Elas são tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN, mas pouco conhecidas pelos turistas mundo afora.

Laranjeiras, Sergipe

São Cristóvão é a quarta cidade mais antiga do país, por isso o destaque está nos prédios e suas construções barrocas do século 18. Já Laranjeiras tem uma cultura folclórica muito forte e estabelecida, trazendo também grandes estruturas arquitetônicas coloniais, com destaque para as igrejas. A religião nessas duas cidades é muito forte também. As empresas de turismo locais oferecem esse passeio diariamente, custando em torno de R$ 80,00.

São Cristóvão, Sergipe

Te convido a acessar também:
Instagram: 
@poraicomigo
Twitter: @sorayaresende
Fanpage: facebook.com/poraicomigo
Contato: soraya@poraicomigo.com.br
YouTube: youtube.com/poraicomigo 

Texto e Imagens: Soraya Resende  

Todos os direitos reservados.

2017© Por aí Comigo. Está proibida a reprodução, sem limitações, de textos, fotos ou qualquer outro material contido neste site, mesmo que citada a fonte. Caso queira adquirir nossas matérias, entre em contato.