Turismo no Brasil, o meu desabafo!

11 de Janeiro de 2016

dolar aviao

É impressionante como um governo totalmente perdido em questões administrativas, desesperado por arrecadações extras, pode “aniquilar” em pouco tempo, um dos setores mais importantes da industrial nacional, o TURISMO.

Se já não bastasse o dólar acima dos R$ 4,00 há algum tempo, pasmem meus amigos, desde o ultimo dia 02 de janeiro, fomos presenteados com mais um imposto, o “Imposto sobre Remessa Internacional”, com alíquota de 25%, que na realidade significa 33,33% de acréscimo, ou seja, cada turista brasileiro que desejar efetuar uma compra de pacote turístico internacional no valor de USD 1.000,00, terá que pagar o total de USD 1.333,33. Um verdadeiro ABSURDO!!!

Mesmo depois de todas as entidades envolvidas no setor turístico, negociarem e acordarem diretamente com o Ministro do Turismo, Sr. Henrique Eduardo Alves, e com o antigo Ministro da Fazenda, Sr. Joaquim Levy, para que essa alíquota ficasse em 6,00% a partir de janeiro, mesma alíquota de gastos em cartões de crédito no exterior, o que já é muito alto, mas bem inferior ao proposto inicialmente, até agora, NADA foi honrado, permanecendo atualmente nos 25% .

Algumas empresas já estão embutindo essa nova alíquota nos seus pacotes, outras estão cobrando a parte o novo imposto, e outras, infelizmente já estão fechando as portas. Estima-se que 600.000 pessoas sejam demitidas nesse setor direta e indiretamente nos próximos dias.

Não sou uma expert em economia, mas sou uma conhecedora do mundo. Nas inúmeras viagens que pude realizar, tive oportunidade de conhecer vários regimes políticos e socioeconômicos. Muitos que deram e continuam dando certo, muitos que ainda estão buscando acertar, e alguns sem rumo, com vergonhosos contrastes sociais. Em todos sem rumo, sem um futuro promissor pelo menos a curto prazo, dois pontos em comum: Alto índice de CORRUPÇÃO e a IMPUNIDADE em todos os setores. Infelizmente, o meu Brasil encontra-se nessa situação, onde várias gerações de cidadãos terão que sacrificar-se.

Deixo claro que nesse meu desabafo, não faço qualquer apologia política, não aponto culpados, até porque se há culpados, somos NÓS brasileiros, que permitimos e nos acomodamos diariamente.

Uma certeza todos nós que vivemos o turismo diariamente, seja profissionalmente ou apenas desvendando o mundo já temos, é necessário imediatamente uma parada técnica para troca de tripulação e equipamento.

Soraya Resende
Empresária e apaixonada pelo turismo há mais de 20 anos!